Como lidar com cães que latem muito?

65443000805680316_eRpedlSQ_c_large

Esse é o dilema de muitas pessoas, principalmente as que moram em apartamentos, já que o eco é enorme! Muitas pensam até em desistir de ter um cãozinho(!!!!), quando percebem que ele está sendo impertinente, ou ainda partem para a crueldade, batendo ou pagando para tirar as cordas vocais do bichinho.

Para Cleber Fontana, médico veterinário do Pet Care, latidos excessivos são decorrentes, geralmente, de distúrbios de comportamento e estão relacionados diretamente à educação e condicionamento dado pelo proprietário ao seu cão.

“Assim como em crianças no momento do choro, o grau de atenção dado ao animal quando ele late pode sinalizar ao animal que este seja o principal canal de comunicação dele”, explica o especialista. “Se não há um controle estipulado ou desenvolvimento de outra forma de comunicação no momento dos latidos excessivos, ele acabará usando sempre esse artifício, ainda mais em momentos de solidão.”

Para fazer seu cachorro latir menos você tem que conhecer o motivo pelo qual ele está latindo, conta veterinário.

1287199621968_large

 No caso dos cães que latem por solidão, ou mesmo tédio (raças mais ativas, filhotes), o recomendado é criar uma rotina de passeios e exercícios físicos ou até oferecer brinquedos para que ele se divirta. Para os animais que latem por dominância e questão territorial, o melhor é realizar atividades de socialização com outras pessoas e outros animais.

 

Nos momentos que o animal latir, utilize alguma técnica de repreensão (como uma latinha com moedas). E nunca esqueça de recompensá-lo quando estiver se comportando bem, utilizando o reforço positivo. Quando o motivo é de medo (fogos, trovões), o ideal é criar um ambiente agradável (ligar rádio, televisão) e distraí-lo nesse sentido.

“Para qualquer tipo de distúrbio comportamental, o recomendado é sempre buscar auxílio de algum profissional especialista na área de comportamento animal, para uma técnica de tratamento com uma abordagem específica à causa”, sugere Cléber.

E lembre-se: “Aqueles animais que ficam muito tempo sozinhos, trancados, sem convívio com pessoas ou mesmo com outros animais apresentarão esse problema de latidos excessivos.”

E seu peludo é de latir muito?

 

Beijos, Cão de Lua

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CAMILINHA ALVES

O BLOG FEITO PARA A MULHER MODERNA!

Azul Infinito

Escritos de uma autora qualquer.

Stevil

Death Before Sour Mix

Mundo Pet

Amor não possui pedigree!

Patinhas de Anjo - Rio Claro, SP

Caminhando em prol dos animais

Just M maybe

O lugar mais secreto que existe em meu mundo <3

TTOT

Diário Fotográfico <3

Au au au!!!

Um olhar sobre o universo dos cachorros

OiCarolina

The girl of 5th avenue

Adopets

Sua vez de ser um verdadeiro amigo!

Senhorita Teimosa

Quem tem estilo, faz moda.

Depois Dos Quinze

make, comportamento, moda e mais!

%d blogueiros gostam disto: